quarta-feira 17 de abril de 2024

Real Madrid

A revolta de Vini Jr em seu retorno ao Mestalla: não foi contra a torcida

Após episódios de racismo, jogador brasileiro voltou ao estádio do Valencia e brilhou em campo
domingo 03 de março de 2024 | 12:50hs.
Vinicius Junior foi vítima de racismo na temporada 2022-2023 em jogo contra o Valencia
Vinicius Junior foi vítima de racismo na temporada 2022-2023 em jogo contra o Valencia

O retorno de Vinicius Junior ao estádio Mestalla após os episódios de racismo ocorridos no ano passado era um dos eventos mais aguardados do futebol europeu. Após receber diversas ofensas e xingamentos racistas da torcida na última temporada, o brasileiro simplesmente fez o que o levou a ser um dos melhores jogadores de futebol do mundo: gols. No fim do jogo, nova revolta, mas nada contra os torcedores valencianos.

Lee también: A reação surpreendente de Joana Sanz após homenagem do Barcelona a Dani Alves

O time da casa chegou a abrir 2 a 0 com dois gols em 2 minutos. Aos 25, Hugo Duro inaugurou o marcador, e o ucraniano Yaremchuk aumentou a vantagem logo na sequência. Antes do apito final do primeiro tempo, Vini Jr diminuiu o marcador e comemorou o gol com o punho cerrado, gesto antirracista que levou torcedores do Valencia a xingá-lo de “idiota” e “estúpido”.

A la CR7, Vini Jr provoca torcida do Valencia após gol de empate

Na segunda etapa, ele empatou a partida após um cruzamento de Brahim Díaz. O árbitro chegou a marcar um pênalti para o Valencia, mas voltou atrás após checagem no VAR. No fim da partida, Jude Bellingham marcou de cabeça após cruzamento novamente de Brahim Díaz. Porém, o juiz encerrou a partida no momento em que o meia fazia o cruzamento, o que gerou revolta dos jogadores do Real: o inglês, autor do gol que seria da vitória, foi expulso por reclamação forte.

Lee también: Caso Dani Alves: a terrível decisão da Justiça que pode prejudicar o brasileiro

Inconformado com a decisão do juiz, Vini foi tirar satisfações, mas foi contido por jogadores adversários. Ainda durante o jogo, a torcida do Valencia entoou cânticos provocativos ao jogador brasileiro, mas sem qualquer tipo de ofensa racista, ao contrário do que ocorreu na temporada 2022-2023, quando o ex-jogador do Flamengo foi chamado de “macaco”.