quarta-feira 17 de abril de 2024

Robinho

Martelo batido: a decisão da Justiça brasileira que deixa Robinho em maus lençóis

Jogador foi condenado pelo mesmo crime que Daniel Alves
quarta-feira 28 de fevereiro de 2024 | 19:17hs.
A Itália pediu a extradição de Robinho, mas o Brasil não o fez
A Itália pediu a extradição de Robinho, mas o Brasil não o fez

Depois da condenação de Dani Alves a quatro anos de prisão na Espanha, a situação de Robinho começa a piorar no Brasil. Companheiro do lateral-direito na Seleção Brasileira durante anos, o atacante que teve passagem por Milan e Real Madrid foi definitivamente condenado a 9 anos de prisão por violência íntima coletiva contra uma jovem de origem albanesa.

Lee también: Mais caro que Endrick? Quem é o jogador que pode render milhões ao Palmeiras

Diferentemente de Daniel, que ainda pode recorrer da sentença em outras instâncias da Justiça da Espanha, o "rei das pedaladas" foi definitivamente condenado na Itália, que chegou até a pedir sua extradição. Foi expedido também um mandado de prisão internacional: ou seja, Robinho está na chamada lista vermelha da Interpol. O crime ocorreu em 2013, quando o jogador defendia o Milan.

Defesa de Robinho faz pedidos ao governo italiano | Resenha de Brasília
Robinho festeja gol pelo Milan

Porém, de acordo com a Constituição Federal brasileira, o país não extradita os seus próprios cidadãos. Recentemente, o atacante esteve no CT do Santos, time que o revelou e onde é um dos maiores ídolos da história, para acompanhar seu filho em um exame médico do clube. Robson Júnior defende o sub-17 do Peixe, e estava acompanhado de seu pai, que foi protagonista em várias conquistas do Peixe dentro de campo.

Lee también: Sucessor de Veríssimo: quem é o zagueiro pedido por Oliveira no Corinthians

A pedido da corte italiana, o jogador pode ter que cumprir sua pena no Brasil. O Superior Tribunal de Justiça marcou para o dia 19 de março a decisão sobre o caso de Robinho. Se acatar, o jogador começa imediatamente a cumprir a pena em regime fechado. Com a camisa do Santos, Robinho conquistou dois títulos do Campeonato Brasileiro (2002/2004), do Campeonato Paulista (2010 e 2015) e uma Copa do Brasil (2010), tendo sido o capitão do time nas três últimas.