quarta-feira 17 de abril de 2024

Daniel Alves

O tinham como lenda: o golpe baixo do FC Barcelona para Dani Alves

Lateral foi condenado por crime cometido no fim de 2022
terça-feira 27 de fevereiro de 2024 | 16:35hs.
Daniel Alves em ação pelo Barcelona no Campeonato Espanhol
Daniel Alves em ação pelo Barcelona no Campeonato Espanhol

Daniel Alves fez mais de 400 jogos com a camisa do Barcelona, e conquistou 23 títulos em duas passagens. A primeira durou de 2009 até 2016, onde empilhou um título atrás do outro e chegou a ser considerado o melhor lateral-direito do mundo. A última foi na temporada 2021-2022, onde fez poucos jogos, marcou um gol e não conquistou nenhum título antes de se transferir para o México.

Lee también: Mais caro que Endrick? Quem é o jogador que pode render milhões ao Palmeiras

 Porém, a situação é bem diferente agora. Na última quinta-feira (22), o jogador foi condenado na Espanha a quatro anos de prisão em regime fechado por crime de violência íntima. Na noite do dia 30 de dezembro de 2022, o jogador brasileiro cometeu assédio contra uma jovem de 23 anos de idade na Boate Sutton, em Barcelona, e também forçou a moça a manter relações íntimas com ele, contra a vontade dela.

Daniel Alves, no primeiro dia do julgamento do caso em que é acusado de estupro em Barcelona — Foto: Alberto Estévez/EFE
Daniel Alves foi condenado a quatro anos de prisão

Desde o dia 20 de janeiro, o ex-jogador da Seleção Brasileira está detido no Complexo Penitenciário Brians II, nos arredores de Barcelona. Com um valor de R$ 800 mil doado pelo pai do atacante Neymar, seu ex-companheiro no Barça e na Seleção, Daniel conseguiu atenuar a duração da pena, podendo progredir para o regime semiaberto no começo de 2025. Porém, ainda cabe recurso para anular a condenação.

Lee también: Condenado à prisão, a atitude que Dani Alves vai tomar para poder ser libertado

Por outro lado, o Barça agiu. Depois do fim do julgamento e da condenação confirmada pela juíza, o time catalão retirou o jogador da lista de lendas do clube. Quem tomou atitude semelhante foi o Bahia, clube que o revelou no Brasil. O time, comandado pelo Grupo City, retirou a imagem de Daniel de seu memorial de jogadores marcantes. A lista de lendas do Barça contém 102 jogadores e vários brasileiros, como os pentacampeões Ronaldinho Gaúcho, Rivaldo, Belletti e Edmílson, além do ex-santista Giovanni. Porém, Dani Alves segue como "jogador histórico" do clube.