quarta-feira 17 de abril de 2024

Daniel Alves

Condenado à prisão, a atitude que Dani Alves vai tomar para poder ser libertado

Após ter sido condenado, lateral foi notificado de que venceu um processo na Espanha
segunda-feira 26 de fevereiro de 2024 | 10:17hs.
Daniel Alves em ação pela Seleção Brasileira
Daniel Alves em ação pela Seleção Brasileira

Na última quinta-feira (22), Daniel Alves foi condenado a quatro anos de prisão em regime fechado por ter assediado e cometido violência íntima contra uma jovem de 23 anos numa casa noturna de Barcelona, na noite do dia 30 de dezembro de 2022. Nos depoimentos que prestou à promotoria, o lateral disse que estava bêbado, e que a relação que teve com a jovem foi consensual.

Lee también: A reação de Joana Sanz após condenação de Dani Alves: todos foram surpreendidos

Porém, não foi assim que a juíza do caso entendeu, condenando o jogador e contrariando o pedido da acusação, representada pela advogada Ester García López, que pedia a aplicação da pena máxima prevista para o crime no país: 12 anos de prisão. Porém, com o pagamento de R$ 800 mil, o jogador conseguiu atenuar sua pena. E no mesmo dia, ainda recebeu uma notícia inesperada.

Mulher que acusa Daniel Alves de estupro renuncia indenização pelo caso,  afirma imprensa espanhola
Daniel Alves em coletiva

Durante o período de sua renovação de contrato com o Barcelona em sua primeira passagem pelo clube, o lateral entrou com uma ação na Justiça contra o agente Joaquín Manacás, quando negociava a extensão do vínculo com o clube catalão entre 2013 e 2014. O jogador brasileiro cobrava uma indenização financeira, pois se sentiu lesado pelo agente.

Lee también: Condenado a quatro anos: esse é o salário de Daniel Alves na prisão

Após o veredito, Daniel foi notificado de que receberá R$ 6,4 milhões do Fisco Espanhol. O jogador venceu a ação que tramitava na Justiça do país contra Macanás. Segundo o corpo de advogados do brasileiro, o agente agiu em nome do clube, não do atleta. O valor poderá e deverá ser usado para diminuir o tempo de pena do jogador, que ainda pode recorrer em instâncias superiores para cumprir a pena em liberdade.