quarta-feira 17 de abril de 2024

Corinthians

Enquanto Mano ganhava R$ 800 mil, o salário de António Oliveira no Corinthians

Português deve assinar contrato na sexta-feira (9)
quinta-feira 08 de fevereiro de 2024 | 21:04hs.
António Oliveira estava dirigindo o Cuiabá
António Oliveira estava dirigindo o Cuiabá

O Corinthians segue numa crise que parece interminável. Dos seis jogos feitos em 2024, o Timão venceu apenas o primeiro e perdeu os cinco que viriam na sequência: Ituano, São Bernardo, São Paulo, Novorizontino e Santos. O último foi diante do Peixe, na última quarta-feira (7), na Vila Belmiro.

No Campeonato Paulista, o Timão é lanterna de seu grupo e penúltimo colocado na classificação geral da competição, na frente apenas do Santo André e atrás de times como Portuguesa, Inter de Limeira, Água Santa, Botafogo-SP, entre outros. Dos quatro grandes de São Paulo, o alvinegro tem tido o pior desempenho.

Athletico mira ex-auxiliar de Jesualdo, no Santos, para formar comissão com  Autuori | Blog da Nadja | ge
António Oliveira trabalhou no Santos em 2020, como auxiliar de Jesualdo Ferreira

E isso tem se refletido dentro de campo. No dia seguinte à derrota para o Novorizontino, o técnico Mano Menezes foi demitido do cargo. O interino, Thiago Kosloski, dirigiu o time contra o Santos, e agora o Timão está próximo de acertar a contratação do português António Oliveira, que estava no Cuiabá. Ele chegou ao Brasil justamente no Peixe, onde foi auxiliar de Jesualdo Ferreira em 2020.

Durante quatro meses, Mano dirigiu o Timão e recebia R$ 800 mil mensais. A multa rescisória, no valor de R$ 12,5 milhões, é cobrada integralmente pelo ex-técnico da Seleção Brasileira. O salário de António seria ainda menor, em torno de R$ 450 mil por mês, um valor maior do que ele recebia no Cuiabá. Ele também dirigiu Coritiba, Athletico-PR e o time B do Benfica.