quarta-feira 17 de abril de 2024

Daniel Alves

O golpe baixo que Dani Alves recebe do Ministério Público espanhol, agora é impossível

Lateral brasileiro está preso desde janeiro do ano passado
quinta-feira 08 de fevereiro de 2024 | 18:19hs.
Daniel Alves em ação pela Seleção Brasileira na Copa do Mundo
Daniel Alves em ação pela Seleção Brasileira na Copa do Mundo

Daniel Alves viveu o seu terceiro dia de julgamento, no qual teve que dar sua versão sobre os acontecimentos ocorridos em dezembro de 2022. Preso preventivamente desde janeiro do ano passado, o lateral-direito é acusado de violência íntima por uma jovem de 23 anos, que alega que o jogador forçou-a a manter relações sem o seu consentimento.

Desde então, a vida do jogador virou de cabeça pra baixo. O Pumas UNAM, do México, clube com o qual ele tinha contrato, rescindiu o seu vínculo por justa causa assim que a prisão preventiva foi decretada na Espanha. Nesse período, o ex-jogador de Barcelona, Juventus e Paris Saint-Germain tentou vários recursos de soltura provisória, mas todos foram negados.

Triste dispensa de Daniel Alves, 39 anos, do Barça. Mas Tite não abre mão  de ter o jogador mais velho da história do Brasil nas Copas - Prisma - R7  Cosme Rímoli
Daniel Alves teve duas passagens pelo Barcelona

O Ministério Público local deu a entender que Daniel poderia passar de 9 a 12 anos preso, pois embora estivesse sob efeito de álcool, o lateral tinha plena consciência do que estava fazendo. Durante seu depoimento, o brasileiro disse que a menina nunca se recusou a ter relações com ele. Ele ainda detalhou que eles estavam dançando juntos, e quando a convidou para ir ao banheiro, ela não recusou.

Durante os depoimentos aos juízes e para a promotoria que investiga o caso, a moça contou sempre a mesma versão, de que havia sido violada intimamente pelo jogador. Durante as investigações, o material genético de Daniel Alves foi encontrado dentro do corpo da vítima, além de ser encontrado também no banheiro da boate, onde o crime aconteceu.